Não tenha medo de sorrir

Em nossa clínica buscamos, por meio de uma odontologia eficiente e moderna, reabilitar a função oral dos pacientes.

Sua saude em boas mãos

Buscamos o equilíbrio do Sistema Mastigatório, que, tendo todas as suas funções trabalhando em harmonia, propicia bem-estar e saúde para as pessoas.

Implantes, tratamentos dentários, clareamento entre outros...

Saúde, função, ética e estética aplicadas à odontologia são os nossos ideais.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Pergunte ao seu dentista qual a técnica de clareamento mais indicada para você.

  • Dentes amarelados reagem melhor ao clareamento: no entanto os dentes amarronzados ou acinzentados, raiados ou mosqueados - devido à tetraciclina ou excesso de flúor - podem não clarear uniformemente.
  • Pessoas com doenças periodontais ou que possuem dentes particularmente sensíveis provavelmente deveriam evitar técnicas de clareamento com substâncias químicas, pois podem irritar gengivas sensíveis.
  • O clareamento não é recomendado se houver restaurações da própria cor natural dos dentes, coroas, jaquetas ou "bonding" em seus dentes da frente - o clareador não alterará a cor desses materiais, e ficarão aparentes no seu sorriso recém clareado. Você poderá investigar com o seu dentista outras opções, tais como facetas laminadas ou "bonding" .
  • Em alguns casos, onde houver sérios problemas dentários ou mandibulares, uma coroa ou jaqueta, recomendado para corrigir problemas ortodônticos, talvez possa resultar em um sorriso mais branco e mais atraente.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Tratamento para clareamento em consultórios em apenas uma visita

Quase todas as pessoas, que têm dentes permanentes, podem ser candidatos ao clareamento dental. Seu dentista poderá avaliar sua saúde bucal e recomendar o método de clareamento mais adequado para você. Dependendo do tipo e da gravidade das manchas, a sugestão poderá ser um ou mais dos seguintes tratamentos:

  • Uma limpeza profissional para a remoção de manchas externas causadas por alimentos e pelo fumo
  • O uso de um creme dental clareador para auxiliar na remoção das manchas superficiais no intervalo entre as visitas odontológicas
  • Para melhores resultados, utilize um gel clareador que seja apropriado e economicamente acessível ou fitas de clareamento (whitening strips) para melhores resultados
  • Clareamento (no consultório ou em casa) de manchas mais teimosas ou amareladas
  • Coberturas ou "bonding" para restaurar dentes irregulares e danificados, ou para obter outros resultados específicos.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_clareamento3.html

segunda-feira, 14 de março de 2011

Como funciona a aplicação de facetas?

Facetas coladas são feitas com um composto de resina ou porcelana para cobrir a superfície dos dentes manchados, e dar uma aparência homogênea aos dentes quebrados e de formato irregular. Existem duas técnicas básicas de revestimento:

Facetas de resina composta
Primeiramente, a parte frontal do dente é ligeiramente desgastada para evitar que o novo dente fique muito saliente. Sulcos microscópicos são feitos na superfície do dente por meio de um ácido suave. O composto de resina da mesma cor dos dentes vizinhos é aplicado e esculpido na forma, endurecido com uma luz polimerizadora e finalmente alisado e polido.
Coroa de jaqueta
Uma coroa de jaqueta é feita na mesma cor e formato de seu dente. A coroa de jaqueta de porcelana é geralmente mais forte, enquanto que a resina é mais barata. Para se colocar uma jaqueta de porcelana, o dentista primeiramente faz um molde do dente e o envia ao laboratório de prótese para fabricar a jaqueta, geralmente após já ter desgastado a parte frontal do dente. Em qualquer um dos métodos utilizados, o dente é preparado para o revestimento, tornando sua superfície frontal levemente áspera através de um suave ataque ácido. A jaqueta pode então ser colada ao seu dente através de um cimento apropriado.

Embora mais caro, o revestimento de porcelana oferece uma cor mais próxima à dos dentes vizinhos e dura em geral de cinco a dez anos.

Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_clareamento.html

sexta-feira, 11 de março de 2011

Como funciona o clareamento dos dentes?

O clareamento pode ser feito tanto em um consultório dentário ou em casa, utilizando um sistema fornecido pelo seu dentista. Ambos os métodos utilizam um gel branqueador que oxidam a mancha. Durante o processo de clareamento, é normal que os dentes se tornem ligeiramente sensíveis.

Clareamento em casa
O clareamento em casa é o procedimento mais comum hoje em dia. Seu dentista faz um molde de seus dentes e prepara um suporte sob medida (moldeira), que você preenche com o gel branqueador e utiliza durante duas horas diariamente ou à noite, por cerca de duas semanas. Muitos kits de clareamento prescritos por dentistas atualmente contém uma solução de 10 a 15% de peróxido de carbamida. Quando feito sob a supervisão de seu dentista, o clareamento em casa é bastante eficaz.
Clareamento no consultório
Menos freqüente e mais caro, este procedimento demora de 30 minutos a uma hora por visita, e talvez você tenha que retornar várias vezes até obter o resultado desejado. A fim de proteger sua boca, uma substância em gel é aplicada em suas gengivas e um protetor de borracha é colocado em volta do colo dos dentes. Um agente oxidante (a solução branqueadora) é então aplicada em seus dentes. Algumas vezes uma luz especial é utilizada em intervalos de cinco minutos para ajudar a ativar o agente clareador.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Que fatores influem na cor dos meus dentes?


Algumas pessoas nascem com dentes mais amarelados que outras. Outras têm dentes que se tornam amarelados com o tempo. A cor natural de seus dentes também pode ser afetada por diversos fatores. Manchas na superfície (chamadas pelos dentistas de manchas extrínsecas) e descoloração podem ser causadas por:
  • Tabaco (tanto fumado como mastigado);
  • Ingestão de café, chá, ou vinho tinto;
  • Ingestão de alimentos altamente pigmentados como cerejas e amoras;
  • Acúmulo de depósitos de tártaro resultantes da placa que endureceu.

Manchas internas (chamadas pelos dentistas de manchas intrínsecas)
  • Tratamento com o antibiótico tetraciclina durante o período de formação dos dentes;
  • Aparência amarelada ou acinzentada dos dentes, como parte do processo de envelhecimento;
  • Trauma nos dentes que podem resultar na morte do nervo do dente, conferindo-lhe a cor marrom, cinza ou preta;
  • Ingestão demasiada de flúor durante a formação dos dentes (desde o nascimento até os 16 anos), o que dá ao dente uma aparência manchada.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_clareamento.html

segunda-feira, 7 de março de 2011

Como Manter Meu Novo Sorriso Branco?




Com o passar do tempo, a exposição a alimentos, bebidas (especialmente café, chá, refrigerante e vinho tinto) e fumo gradualmente escurecerá os dentes recentemente clareados. Mas existem medidas que podem ser tomadas para manter seu sorriso. O pequeno esforço investido em mantê-los brilhantes ao máximo, não é nada se comparado ao dinheiro e/ou tempo necessários ao tratamento de clareamento dos dentes.





Veja baixo algumas dicas para manter seus dentes brancos:

  • Use creme dental branqueador para a remoção de manchas e prevenir o amarelamento dos dentes.
  • Escove ou enxágüe os dentes imediatamente após consumir alimentos ou bebidas que possam manchá-los.
  • Use um canudo para consumir bebidas que possam manchar os dentes, como por exemplo: café, chá, refrigerantes e vinho tinto.
  • Use batom de tonalidade brilhante baseada no azul ou cor-de-rosa. O que confere uma aparência mais branca aos dentes. Evite usar tons alaranjados ou marrons.
  • Verifique se seus dentes necessitam de retoque. Dependendo do método de clareamento usado, um retoque após seis meses, um ano ou dois pode ser necessário. Caso você fume ou beba muito café, talvez precise de um retoque com mais freqüência.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_comomanter.html

sexta-feira, 4 de março de 2011

O quanto é seguro o clareamento dos dentes?

Após uma década de pesquisas, métodos clareadores provaram-se seguros e eficazes. Vários produtos disponíveis no mercado, hoje, não apresentaram reações adversas em dentes ou gengiva após longos testes clínicos e laboratoriais. Tenha a certeza de procurar produtos clinicamente testados, siga as instruções e consulte um profissional da área odontológica.

No passado, as concentrações de ingredientes clareadores mais altas, utilizadas em consultório, resultavam em maior sensibilidade. Entretanto, hoje com os géis clareadores são bem tamponados, a sensibilidade não é mais um problema. Ela pode ocorrer após os procedimentos de clareamento, especialmente quando os indivíduos comem alimentos quentes ou frios, mas normalmente ela desaparece após 48 horas e cessa completamente com o final do tratamento.

Caso você tenha sensibilidade, existem várias maneiras de ajudar a eliminá-la:
  • Caso esteja usando um aplicador de moldeira, use por um tempo mais curto.
  • Escove os dentes com creme dental para dentes sensíveis que contém citrato de potássio e que ajuda a acalmar as terminações nervosas destes.
  • Peça um produto com flúor a seu dentista ou farmacêutico, que auxilia na remineralização dos dentes. Aplique o flúor nos dentes, ou coloque-o em sua moldeira durante quatro minutos antes e depois do clareamento.
  • Interrompa o clareamento de seus dentes por alguns dias a fim de permitir que eles se adaptem a esse processo. Dentro de 24 horas a sensibilidade irá ceder. Quanto mais clarear os dentes, menos sensibilidade terá.

Em alguns casos, seu dentista poderá desestimulá-lo a clarear os dentes:


  • Se você tiver doença da gengiva, dentes com esmalte desgastado, cáries ou dentes sensíveis em particular.
  • Se você estiver grávida ou amamentando.
  • Se você tem coroas da cor do dente, jaquetas ou qualquer outro tipo de restaurações nos seus dentes frontais e que não podem ser clareados.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_quantoseguro.html

quarta-feira, 2 de março de 2011

Quais produtos para clareamento dental estão disponíveis no mercado e nas drogarias?

Você tem uma grande opção no que se refere ao clareamento de seus dentes, desde pastas clareadoras, géis especiais e fitas a kits de sistemas de clareamento. Estes produtos OTC (que podem ser comprados sem receita) são uma opção de clareamento a preços mais acessíveis, e são seguros para a maioria das pessoas.

As pastas clareadoras podem remover manchas superficiais de maneira eficaz com uso repetitivo. Elas também ajudam a manter brancos os dentes recentemente clareados. Ao contrário dos procedimentos realizados em consultório, como o clareamento a laser, toda vez que você escovar os dentes com uma pasta clareadora você elimina novas manchas de café ou chá, tabaco ou o aparecimento de placas.

Os cremes dentais clareadoras ajudam a manter os dentes recentemente clareados brancos por mais tempo.

Os géis clareadores funcionam através da remoção de manchas, tanto as superficiais como aquelas entre os dentes. Porque contêm fórmulas especiais à base de peróxido, muito provavelmente a mudança será mais visível ao utilizar um gel, se comparado a uma pasta clareadora por si só. Para utilizar o gel clareador, apenas o espalhe sobre os dentes com uma escova aplicadora conforme as instruções.

Fitas de clareamento (Whitening strips) também são aplicadas diretamente sobre os dentes e lá mantidas por 30 minutos, duas vezes ao dia.

Sistemas de clareamento incluem um material branqueador, freqüentemente em concentrações menores de peróxido comparados àquelas encontradas nos sistemas de moldeiras de clareamento supervisionados por um dentista. O material alvejante é colocado sobre os dentes usando uma aplicador de moldeira disponível em uma destas duas formas:
  • Aplicadores moldáveis são moldeiras que se ferve em água e então morde para adquirir a forma dos dentes. Adiciona-se o material clareador a moldeira e o utiliza conforme as instruções do fabricante.
  • Aplicadores de moldeiras não-moldáveis é a opção de moldeiras para clareamento mais baratas (só US$ 29). Funcionam como as moldeiras descritas acima, porém não é preciso fervê-las primeiro, ao contrário, deve apenas escolher qual o tamanho ideal.

A escolha de qual sistema de clareamento utilizar depende da rapidez com a qual você quer ver os resultados, da sensibilidade de sua gengiva e dentes, e do quanto você quer pagar. Com qualquer método de clareamento doméstico você corre o risco de ter sensibilidade nos dentes e ficar com a gengiva irritada. O melhor é consultar seu dentista antes de iniciar qualquer tipo de procedimento de clareamento.

Fonte:  http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_produtosmercado.html

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Como eu sei qual a tonalidade dos meus dentes?

No campo dentário não há um sistema padrão para medir e determinar a tonalidade dos dentes. Assim como também não há uma resposta sobre o quanto seus dentes podem ficar brancos - cada situação pessoal é única. Uma referência comumente usada, no entanto, é um guia de tonalidades.

Um dos guias mais comuns divide a tonalidade dos dentes em uma graduação de quatro tons básicos:
Um dos guias mais comuns divide a tonalidade dos dentes em uma graduação de quatro tons básicos:
  • A (marrom avermelhado)
  • B (amarelo avermelhado)
  • C (acinzentado)
  • D (cinza avermelhado)

Dentro de cada graduação existem diferentes níveis de escurecimento - o resultado é uma tabela suficientemente detalhada para que quase todo mundo possa encontrar a exata tonalidade de seu dente no guia.

Para usar o guia, simplesmente compare a tonalidade atual de seu dente com a correspondente na tabela. A tonalidade encontrada estabelece um ponto de partida para determinar o quanto você determina você gostaria que seus dentes ficassem
brancos.

O quanto os seus dentes deveriam ficar brancos? Isto depende.

Não existe apenas uma maneira adequada de clarear os dentes. Algumas pessoas querem uma mudança radical e instantânea, enquanto outras preferem um clareamento gradual como os obtidos com gel e creme dental
branqueador. O resultado final depende da tonalidade natural do dente, de quanto certas manchas difíceis são de sair e do tipo de tratamento escolhido. Lembre-se:

  • Uma mudança de apenas duas ou três tonalidades pode proporcionar uma sensível diferença em qualquer sorriso.
  • Embora o clareamento possa mudar ocasionalmente a tonalidade do dente nove ou mais graduações, a maioria das pessoas que clareia os dentes nota uma diferença entre duas e sete tonalidades.
  • Cada procedimento tem suas vantagens e desvantagens. Clareamento a laser e outros procedimentos branqueadores realizados em consultório, por exemplo, podem produzir resultados mais satisfatórios, porém sem seu valor mais elevado.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_tonalidade.html

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Como é realizado o clareamento de dentes?

Há muitas maneiras de clarear os dentes, de creme dental com ação clareadora e outros produtos que removem manchas superficiais a custos reduzidos, a técnicas ativadas por luz executadas no consultório de um dentista e que podem custar em torno de R$ 1.000 ou mais dependendo do profissional.

Todas as técnicas de clareamento são realizadas de uma dessas duas maneiras:

Procedimentos clareadores que modificam a cor natural dos dentes, deixando-os com tons de cinco a sete vezes mais claros. Tanto o clareamento realizado no consultório (assistida) quanto aquele realizado em casa (moldeira) utilizam alvejantes. Os princípios ativos mais freqüentemente contidos nos alvejantes são o peróxido de carbamida e o peróxido de hidrogênio a concentrações de 10 a 22%, que ajudam na remoção tanto das manchas superficiais quanto das profundas. Há diferenças de custo entre os diferentes procedimentos:

  • Uma sessão de clareamento ativada por luz no consultório do dentista, às vezes chamadas clareamento assistido (clareamento no consultório), pode custar em torno de R$ 500 ou mais dependendo do profissional, e seus resultados são dentes muito mais brancos, instantaneamente. Porém, após um ano comendo e bebendo normalmente (café, chá, refrigerantes), seus dentes perdem ligeiramente a cor e novas manchas aparecem. Para ter seus dentes brancos novamente você deverá repetir a sessão de clareamento ativado por luz.
  • Uma moldeira personalizada criada pelo seu dentista para clarear os dentes em casa, custa por volta de R$ 300 por arcada dentária, e deve ser usada durante muitas horas durante o dia, ou durante a noite por duas semanas. Quando você observa novas manchas, deve apenas usar a moldeira novamente por uma ou duas noites para removê-las.
  • Produtos vendidos sem receita nas farmácias para clarear os dentes incluem moldeiras que se adaptam depois de aquecer e morder, gel alvejante aplicado por um pincel, e fitas de clareamento com preços que variam em torno de R$ 20 a R$ 150, dependendo do produto de branqueamento.
Procedimentos não clareadores funcionam por ação física e/ou química para ajudar a remover manchas superficiais. Todas os cremes dentais recaem no uso de um leve desgaste para remoção de manchas superficiais entre consultas odontológicas. Cremes dentais clareadores contêm agentes químicos ou polidores para promover a remoção adicional das manchas. Uma limpeza profissional feita por uma dentista ou higienista também envolve desgaste para remoção de manchas mais externas causadas por alimentos ou tabagismo.
Cada um responde de maneira diferente a cada tipo de clareamento. Algumas pessoas respondem bem aos cremes dentais clareadores, enquanto outras, com dentes acinzentados ou outro tipo grave de descoloração, necessitam de facetas laminadas de porcelana(abordados ainda nessa sessão) para obter os sorrisos que sempre desejaram. Apenas seu dentista ou higienista podem determinar o que é melhor para você.

Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_comorealizado.html

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Por que devo clarear meus dentes?

Talvez você sempre quis ter um lindo sorriso branco. Ou talvez seus dentes amarelaram com o passar do tempo. Ou talvez você não esteja feliz com as
manchas provenientes do café, chá ou refrigerantes de cola. Qualquer que seja sua razão de querer dentes mais brancos, você não está sozinho.

Assim como todos nós temos cores diferentes de cabelo e pele, as pessoas também têm coloração diferente dos dentes. Alguns dentes são mais amarelos que outros, enquanto outros amarelam com a idade. A cor natural de seus dentes também pode ser alterada por muitos fatores.

As manchas superficiais e descoloração interna podem ser causadas pelo:

  • O processo natural de envelhecimento.
  • Tabaco (fumar ou mascar), beber café, chá ou vinho tinto, e ingerir alimentos pigmentados como frutas vermelhas.
  • Acúmulo de placa ou depósitos de tártaro.
  • Ingestão excessiva de flúor (mais de duas partes de flúor por milhão de partes de água) quando os dentes estão se formando, o que confere ao dente uma aparência mosqueada.
  • Tratamento com antibióticos a base de tetraciclina durante a infância.
  • Trauma nos dentes pode causar coloração ou marrom, ou cinza ou preta.

Há muitas razões para clarear seus dentes, incluindo:
  • Maior segurança e auto-estima como resultado de um sorriso incrível.
  • Aparência mais jovem.
  • Um evento especial como um casamento, entrevista para emprego ou encontro de ex-alunos.
  • Causar uma primeira impressão positiva.
  • Simplesmente para reverter os anos de manchamento e amarelamento diários.

Sempre consulte seu dentista antes de iniciar qualquer processo de clareamento. Apenas ele poderá melhor avaliar se você está apto para se submeter a um tratamento em particular.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_porque.html

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Pergunte ao seu dentista qual a técnica de clareamento mais indicada para você.

  • Dentes amarelados reagem melhor ao clareamento: no entanto os dentes amarronzados ou acinzentados, raiados ou mosqueados - devido à tetraciclina ou excesso de flúor - podem não clarear uniformemente.
  • Pessoas com doenças periodontais ou que possuem dentes particularmente sensíveis provavelmente deveriam evitar técnicas de clareamento com substâncias químicas, pois podem irritar gengivas sensíveis.
  • O clareamento não é recomendado se houver restaurações da própria cor natural dos dentes, coroas, jaquetas ou facetas em seus dentes incisivos - o clareador não alterará a cor desses materiais, e ficarão aparentes no seu sorriso recém clareado. Você poderá investigar com o seu dentista outras opções.
  • Em alguns casos, onde houver sérios problemas dentários ou mandibulares, uma coroa ou jaqueta, recomendado para corrigir problemas ortodônticos, talvez possa resultar em um sorriso mais branco e mais atraente.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_candidatotratamento.html

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Será que sou um candidato para clareamento dos dentes?

Quase todas as pessoas, que têm dentes naturais e permanentes, podem ser candidatos ao clareamento dental. Seu dentista poderá avaliar sua saúde bucal e recomendar o método de clareamento que é mais adequado para você. Dependendo do tipo e da gravidade das manchas, a sugestão poderá ser um ou mais dos seguintes tratamentos:

  • Uma limpeza profissional para a remoção de manchas externas causadas por alimentos e pelo tabaco.
  • O uso de um creme dental clareador para auxiliar na remoção das manchas superficiais no intervalo entre as visitas odontológicas.
  • Para melhores resultados, utilize um gel clareador que seja apropriado e economicamente acessível ou fitas de clareamento .
  • Clareamento (no consultório ou em casa) de manchas mais teimosas ou amareladas.
  • Facetas de porcelana para restaurar dentes irregulares e danificados, ou para obter outros resultados específicos .
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_candidatotratamento.html

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Quais são os diferentes tipos de tratamento com flúor?

Você pode se submeter a tratamento com flúor no consultório do dentista. No tratamento feito no consultório, o dentista seca sua boca e aplica uma solução, espuma ou verniz. Alguns dentistas colocam um gel ou espuma dentro de uma moldeira que você utiliza por alguns minutos. Pede-se que você não coma nem beba nada e evite fumar por 30 minutos após a aplicação.

Independentemente do risco, todos adultos devem usar creme dental com flúor, que teve sua eficácia comprovada na prevenção da cárie dental.

Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/estagiosdavida_adultos_fluor.html

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Seu eu beber água mineral, estarei obtendo flúor suficiente?

Se a água mineral for sua fonte principal de água de consumo, você poderá não estar obtendo flúor em quantidade suficiente. Enquanto o flúor é adicionado na água de abastecimento público em 60% dos municípios do Brasil para reduzir a cárie dental, a maioria das águas minerais disponíveis no mercado não contém níveis ideais de flúor.

Diversos fatores são importantes para saber se você está recebendo ou não flúor suficiente, entre eles:
  • O nível de flúor na sua água mineral, que pode variar muito entre as diferentes marcas. Se a quantidade de flúor não aparecer no rótulo, peça informações à empresa responsável.
  • A quantidade de água mineral que você bebe durante o dia
  • Se você usa a água mineral para beber, cozinhar ou preparar sopas, sucos e outras bebidas
  • Se você também bebe água fluoretada na escola, trabalho ou outros lugares
Se você bebe principalmente água mineral, você deve conversar com seu dentista sobre a necessidade de tratamentos complementares com flúor -especialmente se tiver filhos. Seu dentista pode recomendar complementação de flúor se achar que seu filho não está recebendo níveis adequados
de flúor.

Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_agua_fluor.html

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Como posso saber se preciso de tratamento especial com flúor?

Se a água que você bebe é fluoretada, então a escovação regular com creme dental com flúor é considerada suficiente para a maioria dos adultos com dentes saudáveis. 60% dos municípios do Brasil adicionam flúor na água de abastecimento para ajudar a reduzir a cárie dental. Você pode descobrir se a água da sua cidade é fluoretada ligando para a companhia de abastecimento ou mandando analisar a água, caso ela seja proveniente de uma fonte particular.

Pessoas que bebem água mineral, e aquelas com as seguintes condições, devem conversar com o dentista sobre tratamentos especiais com flúor:
  • Se você estiver tomando medicamentos que provoquem boca seca ou tem uma doença que cause boca seca. Sem saliva para neutralizar os ácidos na sua boca e remover partículas de alimentos, você fica mais suscetível à cárie dental.
  • Se suas gengivas retraíram ou se descolaram dos dentes. Isso cria mais espaço para as bactérias se alojarem e facilita o surgimento da cárie dental.
  • Se você usa aparelho ortodôntico. Os aparelhos ortodônticos aprisionam grande quantidade de bactérias que podem levar à cárie.
  • Se você fez radioterapia na cabeça ou pescoço. A radiação prejudica as glândulas salivares, causando boca seca.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/estagiosdavida_adultos_fluor.html

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Adultos podem se beneficiar com o flúor?

Pesquisas recentes mostram que todos podem se beneficiar com o uso de flúor. Especialistas costumavam achar que o flúor funcionava principalmente por fortalecer os dentes enquanto esses estavam ainda em desenvolvimento. Isso significava que as crianças eram o foco dos esforços de fluoretação. Hoje, estudos mostram que o flúor tópico - aquele presente em cremes dentais, enxaguatórios bucais e tratamentos com flúor - ajuda a prevenir o aparecimento de cáries em pessoas de todas as idades.

Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/estagiosdavida_adultos_fluor.html

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Como o flúor atua?

O flúor ajuda a prevenir as cáries de duas maneiras distintas:

  • O flúor se concentra nos ossos em crescimento e nos dentes em desenvolvimento das crianças, ajudando a endurecer o esmalte dos dentes de leite e permanentes que ainda não nasceram.
  • O flúor ajuda a endurecer o esmalte dos dentes permanentes que já se formaram.
  • O flúor trabalha durante os processos de desmineralização e remineralização que ocorrem naturalmente em sua boca.
  • Sua saliva contém ácidos que causam a desmineralização nos dentes. Estes ácidos são liberados após a alimentação.
  • Em outros momentos - quando sua saliva está menos ácida - ocorre justamente o oposto, a reposição do cálcio e do fósforo que mantém seus dentes resistentes. Este processo é chamado de remineralização. Quando o flúor está presente durante a remineralização, os minerais depositados são mais duros do que seriam sem o flúor, ajudando a fortalecer seus dentes e a prevenir a dissolução durante a próxima fase de desmineralização.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_oqueefluor.html

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O que é fluor?

O flúor é um mineral natural encontrado em toda a crosta terrestre e largamente distribuído pela natureza. Alguns alimentos contêm flúor, assim como a água fornecida por algumas empresas de serviço público.

O flúor é geralmente adicionado à água potável para ajudar a reduzir a incidência de cáries nos dentes. Na década de 30, pesquisadores encontraram pessoas que cresceram bebendo água naturalmente flúoretadas. Desde então, os estudos têm mostrado repetidamente que quando o flúor é adicionado ao suprimento de água da comunidade, a incidência de cárie diminui. A Associação Brasileira de Odontologia, a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, dentre muitas outras organizações têm endossado o uso de flúor nos suprimentos de água, devido ao seu efeito preventivo contra a cárie.

Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/tratamento_oqueefluor.html

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Como posso ajudar a evitar as cáries?

  • Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, e use o fio dental diariamente, a fim de remover a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva.
  • Faça avaliações regulares. O cuidado preventivo pode evitar que os problemas ocorram e que problemas menores se tornem sérios.
  • Adote uma dieta balanceada, com pouco açúcar e amido. Quando ingerir estes alimentos, procure comê-los durante a refeição, e não como um lanche, para minimizar o número de vezes que seus dentes são expostos ao ácido.
  • Utilize produtos dentários que contenham flúor , incluindo o creme dental.
  • Certifique-se de que a água que suas crianças bebem contenha flúor. Se a água fornecida em sua localidade não contém flúor, seu dentista ou pediatra pode prescrever suplementos de flúor diários.
Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/problemas_caries.html

    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

    Como eu sei se estou com uma cárie?

    Apenas seu dentista pode dizer com certeza se você tem uma cárie. Isto porque as cáries se desenvolvem embaixo da superfície do dente, onde você não pode vê-las. Quando você ingere alimentos que contenham carboidratos (açúcar e amido), estes carboidratos são digeridos pelas bactérias da placa , produzindo ácidos que corroem o interior do dente. Com o tempo, o esmalte do dente começa a fraturar por debaixo da superfície, enquanto a parte externa permanece intacta. Quando uma quantidade suficiente de esmalte sob a superfície já tiver sido destruída, a superfície se desmorona, expondo a cavidade de cárie.

    É maior a probabilidade das cáries de se desenvolverem em fóssulas e fissuras nas superfícies de mastigação dos dentes posteriores, nos espaços entre os dentes e próximo à linha da gengiva. Mas, independentemente de onde ocorrem, a melhor maneira de identificá-las e tratá-las, antes que se tornem sérias, é visitando seu dentista regularmente para avaliações.

    Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/problemas_caries.html

    sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

    Quando devo trocar minha escova dental?

    Troque sua escova de dentes a cada três meses ou quando perceber que ela começa a ficar desgastada. Além disso, é muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou resfriado para diminuir o risco de nova infecção por meio dos germes que aderem às cerdas.

    Fonte: http://implantorio.com.br/administrator/index.php?option=com_content

    quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

    Qual a importância do creme dental na escovação?

    É importante que você use o creme dental mais adequado para você. Atualmente existe uma grande variedade de produtos feitos especialmente para combater cáries, gengivite, manchas e sensibilidade. Pergunte ao seu dentista qual o tipo de creme dental mais adequado.

    segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

    Que tipo de escova dental devo usar?

    A maioria dos dentistas concorda que a escova dental de cerdas macias é a melhor para a remoção da placa bacteriana e dos resíduos de alimentos. As escovas com cabeças menores também são mais adequadas, porque alcançam melhor todas regiões da boca, como, por exemplo, os dentes posteriores, mais difíceis de alcançar. Muitos escolhem a escova elétrica como a melhor alternativa, pois ela limpa com maior facilidade e é particularmente indicada para pessoas que têm dificuldade para higiene bucal ou tem menor destreza manual.

    Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/boahigieneoral_comoescovarosdentes.html

    sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

    Como escolher meu dentista?

    Um bom início é pedir referências para as pessoas em quem você confia: seus amigos, membros de sua família, conhecidos, colegas de trabalho, seu farmacêutico ou omédico da família. Pergunte a eles com que tipo de dentista fazem o seutratamento dentário (clínico geral ou especialista), há quanto tempo tratam com este profissional e como é o relacionamento que mantém. É importante que você escolha um dentista com quem você se sinta bem.

    Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/boahigieneoral_visitacaoaodentista.html

    Qual a maneira certa de escovar?

    Uma escovação adequada deve durar, no mínimo, dois minutos, isto é, 120 segundos! A maioria dos adultos não chegam nem próximos a este tempo.
    Para ter uma idéia do tempo necessário para uma boa escovação, use um relógio na próxima vez que escovar os dentes. Escove-os com movimentos suaves e curtos, com especial atenção para a margem gengival, para os dentes posteriores, difíceis de alcançar e para as áreas situadas ao redor de restaurações e coroas.
    • Concentre-se na limpeza de cada setor da boca, da seguinte maneira:
    • Escove as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.
    • Escove as superfícies internas dos dentes superiores e, depois, dos inferiores.
    • Em seguida, escove as superfícies de mastigação.
    • Para ter hálito puro, escove também a língua, local onde muitas bactérias ficam alojadas.
    Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/boahigieneoral_comoescovarosdentes.html

      quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

      Que tipo de dentista eu estou precisando?

      Os profissionais com formação geral são treinados para fazer todo tipo de tratamento e podem, se for preciso, indicar um dos especialistas relacionados abaixo:


      • Odontopediatra: especializado no atendimento de crianças.
      • Endodontista: diagnostica e trata de enfermidades da polpa dentária e canais radiculares (muitos dentistas gerais também fazem tratamentos de canal).
      • Protesista: especializado na confecção de coroas, próteses dentárias fixas, removíveis ou próteses totais conhecidas como dentaduras.
      • Patologista bucal: usa procedimentos laboratoriais para diagnosticar problemas bucais. Também é especializado em odontologia forense.
      • Cirurgião bucal/maxilofacial: remove cistos, tumores e dentes. É preparado para corrigir fraturas ou outros problemas que exijam tratamento cirúrgico, inclusive da articulação temporomandibular ( eATM ). Esses profissionais também usam métodos de cirurgia plástica para eliminar ou reduzir problemas do maxilar e da face.
      • Ortodontista: especializado na correção da posição dos dentes por meio de aparelhos ortodônticos.
      • Periodontista: especializado no diagnóstico e tratamento das doenças da gengiva.
      Fonte: http://saudebucal.terra.com.br/boahigieneoral_visitacaoaodentista.html

        quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

        Como são extraídos os dentes do siso?

        A extração se faz de forma rotineira. Seu dentista pode recomendar anestesia geral ou local. Após a extração do dente (ou dentes), você precisará morder suavemente um pedaço de gaze durante 30 a 45 minutos após deixar o consultório, para estancar qualquer sangramento que possa ocorrer.

        Você poderá sentir um pouco de dor ou inchaço, mas que passará naturalmente após alguns dias; no entanto, você deverá ligar para seu dentista se houver dor prolongada ou intensa, inchaço, sangramento ou febre.

        A extração dos dentes do siso devido ao apinhamento ou fato de estarem inclusos no osso maxilar não afeta a sua mordida ou a sua saúde bucal no futuro.
        Fonte: http://www.yahoo-colgate-saudebucal.com.br/materia.aspx?Materiaid=77

        Como são extraídos os dentes do siso?

        A extração se faz de forma rotineira. Seu dentista pode recomendar anestesia geral ou local. Após a extração do dente (ou dentes), você precisará morder suavemente um pedaço de gaze durante 30 a 45 minutos após deixar o consultório, para estancar qualquer sangramento que possa ocorrer.

        Você poderá sentir um pouco de dor ou inchaço, mas que passará naturalmente após alguns dias; no entanto, você deverá ligar para seu dentista se houver dor prolongada ou intensa, inchaço, sangramento ou febre.

        A extração dos dentes do siso devido ao apinhamento ou fato de estarem inclusos no osso maxilar não afeta a sua mordida ou a sua saúde bucal no futuro.
        Fonte: http://www.yahoo-colgate-saudebucal.com.br/materia.aspx?Materiaid=77

        terça-feira, 18 de janeiro de 2011

        O que são dentes do siso?

        Dentes do siso são os últimos molares de cada lado dos maxilares. São também os últimos dentes a nascer, geralmente entre os 16 e 20 anos de idade.

        Como os dentes do siso são os últimos dentes permanentes a aparecer, geralmente não há espaço suficiente em sua boca para acomodá-los. Isto pode fazer com que os dentes do siso fiquem inclusos - dentes presos embaixo do tecido gengival por outros dentes ou osso. Se os dentes estão inclusos, pode ocorrer inchaço ou flacidez.

        Os dentes do siso que erupcionam apenas parcialmente ou nascem mal posicionados também podem causar apinhamento e outros problemas. Como os dentes removidos antes dos 20 anos de idade têm raízes em menor estágio de desenvolvimento e causam menos complicações, recomenda-se que as pessoas entre 16 e 19 anos tenham seus dentes do siso examinados para verificar se precisam ser removidos.

        Fonte: http://www.yahoo-colgate-saudebucal.com.br/materia.aspx?Materiaid=77

        Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More